Dr. Marcos Vinícius é cotado para pré-candidato a presidente do Brasil pelo PSDB

Dr. Marcos Vinícius é cotado para pré-candidato a presidente do Brasil pelo PSDB
https://youtu.be/XiUcmXRbL4Q

Após a Executiva Nacional do PSDB definir as regras para as prévias que vão escolher o candidato do partido a Presidência da República, o atual prefeito de Coronel Fabriciano (MG), encorajado por muitos prefeitos filiados ao partido, é um dos nomes para pré-candidato a Presidência do País. A decisão aconteceu na tarde dessa terça-feira, 15, em uma reunião online estratégica entre filiados ao PSDB. O nome de Dr. Marcos foi escolhido devido a sua atuação frente à gestão da pandemia da Covid-19 no município. 
Dr. Marcos Vinicius agiu na contramão das decisões encabeçadas pelos Governadores de São Paulo, João Doria, e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, que optaram pelo lockdown. A medida agravou ainda mais a pobreza, gerando desemprego, prejuízos na economia e afetou, sobretudo, as crianças que sofreram consequências do vírus por serem impedidas de frequentarem as aulas. Como resultado, o número de infectados pelo vírus aumentou e o numero de óbitos também. 
O prefeito Dr. Marcos Vinicius agiu ao contrario: desde o início optou por fazer a saúde e a economia andarem juntas ao adotar ações que se tornaram modelo para todo país. Dentre elas, estão: a vacinação dos idosos nas residências; a extensão do horário do comércio possibilitando melhor distribuição do fluxo de clientes ao longo do dia; ampliação de leitos do Hospital Dr. José Maria Morais e a retomada das aulas presenciais seguindo normas de sanitária que garantiram a segurança dos alunos e servidores da área da educação e sem o aumento de número de casos, como alguns erroneamente acreditavam. 
Como resultado, a economia, a saúde e a educação não foram tão prejudicadas no município. Para Dr. Marcos, “se essas politicas tivessem sido aplicadas a nível nacional, o impacto seria muito menor do que foi”, finaliza. 
Outras bandeiras levantadas pelo prefeito para uma gestão eficiente em nível de Brasil são: politicas econômicas como levar para os municípios; o Pacto Federativo, para conferir mais autonomia aos Estados e Municípios e melhor distribuição de recursos, ampliando também a responsabilidade dos gestores no cuidado com as contas públicas; trabalhar efetivamente a reforma tributária. 
“Precisamos sair do discurso Mais Brasil e Menos Brasília e praticá-lo de forma efetiva. Trabalhar a reforma tributária respeitando o artigo 23 da Constituição Brasileira, onde fala do Pacto Federativo e das obrigações de cada ente. O Brasil não pode continuar parado, discutindo CPI de Covid, Cloroquina, sendo que temos diversos órgãos de controle a nível Estadual e Federal para fazer esse trabalho. Precisamos discutir e implementar medidas que resultem no crescimento do país, e não em retrocesso”, finaliza. 

PSDB

A Executiva Nacional do PSDB definiu as regras para as prévias que vão escolher o candidato do partido à Presidência da República: o colégio eleitoral será formado por quatro grupos de votantes, com peso unitário de 25% do total de votos. Os grupos serão integrados pelos seguintes membros: filiados (grupo 1); prefeitos e vice-prefeitos (grupo 2); vereadores, deputados estaduais e distritais (grupo 3); e governadores, vice-governadores, ex-presidentes e o atual presidente da Comissão Executiva Nacional, deputados federais e senadores.
A formação dos grupos mantém a representação da diversidade dos filiados em todo o país, reforçando a conexão direta entre o candidato e o eleitorado, e das visões municipais, estaduais e federativa.
“Nosso objetivo é unificar o partido no processo de prévias e permitir que os pré-candidatos, em condições igualitárias de disputa, saiam em busca da nossa militância”, afirmou José Aníbal, ex-presidente nacional do PSDB e coordenador da Comissão das Prévias.
De acordo com o calendário das prévias, já aprovado em reunião anterior, os candidatos farão suas inscrições em 20/09, com início dos debates em 18/10. As prévias serão realizadas no dia 21/11 e um eventual segundo turno, em 28/11.
 Fonte: PSDB