NOTA SOBRE SITUAÇÃO DAS CHUVAS EM CORONEL FABRICIANO

NOTA SOBRE SITUAÇÃO DAS CHUVAS EM CORONEL FABRICIANO
https://youtu.be/XiUcmXRbL4Q

Nesta quarta-feira, 12/1, algumas famílias desalojadas e que estavam nos abrigos da Prefeitura de Fabriciano, já começam a voltar para casa. Os níveis do rio Piracicaba e Ribeirão Caladão têm baixado, mas a administração vem trabalhando com prudência. Apenas são liberadas as pessoas cujas residências estão seguras. 

Hoje, técnicos da Defesa Civil e da Secretaria de Governança de Obras realizam a vistoria dos imóveis afetados. O objetivo é avaliar danos e se há condições para retorno das famílias. O trabalho iniciou pelo bairro Manoel Domingos. 

A Prefeitura tem garantido todo o suporte necessário. A Assistência Social tem distribuído kits de materiais de limpeza, higiene pessoal e água potável para as famílias liberadas. Já a Secretaria de Governança de Obras segue com o reforço na limpeza das vias e faz a coleta de móveis, eletrodomésticos, colchões e materiais perdidos na enchente nestes locais. 

Em Fabriciano, 184 famílias (num total de 534 pessoas) foram diretamente afetadas pelas fortes chuvas no ultimo final de semana. A Prefeitura decretou situação de emergência (Decreto Municipal 7.811/2022) na última segunda-feira, 10/1, com objetivo de dar celeridade, eficiência e ampliar a assistência às vítimas das chuvas. 

FORÇA TAREFA
A Prefeitura de Coronel Fabriciano segue com uma força tarefa e equipes da Secretaria de Governança de Obras e Serviços Urbanos já trabalham na limpeza dos trechos mais críticos, já mapeados. Nesta quarta-feira, 12, os serviços estão concentrados nas Avenidas Nico Roque (JK) e México (São Vicente). Estão em conclusão a limpeza das ruas Padre Américo, Profetas, Av. Tancredo Neves (Caladinho) e bairro Santa Terezinha. Equipe de Parque e Jardins também segue com corte de árvores e recolhimento de galhadas. 

NÍVEL DO PIRACICABA
Conforme dados emitidos pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM), o nível do Rio Piracicaba em Fabriciano ainda se encontra em cota de inundação. A última medição feita na manhã de hoje, por volta das 9h30, foi de 7,11 metros. A previsão é que caso não haja um grande volume de chuva, a tendência é de queda do nível no decorrer do dia. A Prefeitura continua em alerta e reforça para que as famílias ribeirinhas sigam as orientações. 

SERVIÇO
Em caso de ocorrências envolvendo alagamentos ou deslizamentos, o cidadão deve acionar o Corpo de Bombeiros, 193; Defesa Civil, 3406-7352; Polícia Militar, 190.