Prefeitura de Fabriciano decreta Situação de Emergência em virtude das fortes chuvas  

Prefeitura de Fabriciano decreta Situação de Emergência em virtude das fortes chuvas   
https://youtu.be/XiUcmXRbL4Q

O objetivo é ampliar as ações em andamento e garantir assistência integral à população; Até o momento, 89 famílias estão desalojadas

 

O prefeito de Coronel Fabriciano Dr. Marcos Vinicius anunciou que vai decretar Situação de Emergência em virtude das fortes chuvas. O objetivo é ampliar as ações em andamento e garantir assistência integral à população, sobretudo, das famílias que moram em áreas mais afetadas. O Decreto Municipal 7.811/2022 será publicado nas próximas horas.

 

A decisão foi acertada em reunião do Comitê de Crise na manhã desta segunda-feira, 10/1. Nas últimas 72 horas choveu mais de 200 mm na cidade, segundo dados dos institutos de meteorologia. A previsão é de chuvas para os próximos três dias, para hoje, são esperados 30 mm.

 

A principal preocupação é com o nível do Rio Piracicaba e Córrego Caladão, que continuam a subir, com novos alagamentos em diversos pontos da cidade. Conforme balanço da Defesa Civil, o Piracicaba atingiu 8,98 metros nesta segunda-feira, 10/1 – a cota de inundação é de 6,20 metros. No momento, 89 famílias estão desalojadas e recebem atendimento integral da Prefeitura.

 

Em Fabriciano, o Comitê de Crise foi ativado e está em operação desde a sexta-feira, 7/1, logo quando foi emitido o alerta de fortes chuvas para o final de semana.

 

O prefeito Dr. Marcos Vinicius fez um novo apelo às pessoas que residem às margens do rio e ribeirão para que procurem abrigo seguro. “Não esperem o nível subir ainda mais. Neste momento é preciso preservar a vida, que é o maior bem que temos e depois contabilizar os danos materiais. Infelizmente, a situação é ainda mais grave do que a de 2020 porque as cabeceiras do Piracicaba foram muito afetadas”, sensibiliza.

 

A programação de aniversário de 73 anos de Coronel Fabriciano, que iniciaria nesse final de semana, foi cancelada em solidariedade às famílias afetadas pelas chuvas.

 

ABRIGO E ACOLHIMENTO

Em Fabriciano, foram montados três pontos de apoio de atendimento às famílias afetadas: E.M. Boa Vista (antiga E. E. Dr. Querubino), no Santa Helena, e na Igreja N. Sra. da Penha, no Manoel Domingos e E. M. Nicanor Ataíde, no Mangueiras (implantado hoje). Nestes locais, a Prefeitura oferece serviços de alimentação, guarda de pertences e abrigo, para quem necessitar. No momento, o município não está recolhendo donativos.

 

“Neste momento, o foco do trabalho é garantir acolhimento, levantar as demandas, cadastrar essas pessoas e suprir as necessidades emergenciais, como alimentação, higiene pessoal e um lugar seguro para guardar os objetos pessoais. Também já estudamos a abertura de novos pontos de apoio mais próximo das pessoas em áreas mais afetadas”, destaca a Secretária de Governança de Assistência Social, Letícia Godinho.

 

LIMPEZA URBANA E DEFESA CIVIL

Desde a madrugada deste sábado, as equipes da Defesa Civil, secretarias municipais e órgãos de proteção como Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, estão nas ruas para garantir a segurança da população. Máquinas trabalham limpeza dos pontos mais críticos e desobstrução de vias.

 

O Secretário de Governança de Obras, Fabrício Farias, antecipou que uma “força tarefa” será realizada a partir de quarta-feira, 12/1, quando é esperada a estiagem e a diminuição do nível do Piracicaba. “Vamos limpar a cidade, ajudar os moradores a retornar para suas casas em segurança e fazer um levantamento de obras para minimizar riscos futuros. Por hora, o importante é garantir a segurança da população e contamos com a colaboração de todos”, destaca.

 

Até o momento, os bairros mais atingidos foram Manoel Domingos, Dom Helvécio (Prainha) e Mangueiras, Manoel Maia, Frederico Ozanan, Judith Bhering e Floresta. Nestes locais, a Prefeitura, inclusive, tem dado o apoio na retirada preventiva de famílias em áreas de maior risco. Foram poucas ocorrências de deslizamentos e quedas de árvores e em pontos isolados da cidade.

 

SERVIÇO

Em caso de ocorrências envolvendo alagamentos ou deslizamentos, o cidadão deve acionar o Corpo de Bombeiros, 193; Defesa Civil, 3406-7352; Polícia Militar, 190.