Profissionais que estão na linha de frente das áreas de enfermagem e fisioterapia

Profissionais que estão na linha de frente das áreas de enfermagem e fisioterapia

Considerando que as profissões das áreas de enfermagem e fisioterapia são essenciais ao combate à pandemia do Covid-19 e que ambas envolvem alto risco de contaminação e periculosidade, sobrecarga de trabalho e recebem salários que estão muito aquém das dificuldades, precariedades e sacrifícios vividos por essas duas categorias, especialmente no período de combate à pandemia, o deputado Celinho apresentou Projeto de Lei que institui um piso salarial regional emergencial para as categorias da enfermagem e da fisioterapia com o escopo de incentivar e valorizar o trabalho desses profissionais tão relevantes no contexto de combate à pandemia.

Celinho lembra ainda que ambas as categorias têm sido alvo de constante precarização com a utilização de contratos via pessoa jurídica individual, que não garantem direitos básicos como, por exemplo, o fornecimento gratuito de EPIs.

“É preciso valorizar os profissionais que estão na linha de frente do combate à pandemia. E toda a situação gerada pelo contexto, tem provocado até mesmo o adoecimento destes profissionais” – DEPUTADO CELINHO SINTROCEL