Timóteo elabora Plano de Contingência para combate às arboviroses

Timóteo elabora Plano de Contingência para combate às arboviroses
https://youtu.be/XiUcmXRbL4Q

LIRAa aponta índice de infestação de 4,4, mas é baixa a notificação de casos

Como parte das ações previstas no Plano de Contingência para o Combate às
Arboviroses em Timóteo , o Comitê Municipal de Enfrentamento às Arboviroses esteve
reunido nesta quarta-feira (03), no auditório do Batalhão da Polícia Militar. Os
integrantes do órgão discutiram as ações para a prevenção das doenças transmitidas
pelo mosquito Aedes aegypti (dengue, zika, chikungunya e febre amarela). O comitê é
composto por representantes de setores da Prefeitura de Timóteo (saúde, obras,
educação, fiscalização), de entidades e empresas do município.
Uma das pautas do encontro foi a reestruturação do órgão, que passará a contar com
reuniões mensais e com novos integrantes. Na próxima reunião do Comitê, será
apreciado o novo Regimento Interno, formalizada a entrada dos novos participantes e
apresentado a íntegra do Plano de Contingência, elaborado pela Secretaria de Saúde e
Qualidade de Vida. O documento já foi apreciado pelo Conselho Municipal de Saúde e
será encaminhado para a Secretaria de Estado da Saúde nesta semana.
O Plano de Contingência será repassado à Comissão dos Intergestores Bipartite (CIB)
foro de articulação, negociação, pactuação e deliberação entre gestor estadual e os
gestores municipais, quanto aos aspectos operacionais e de regulamentação das
Políticas de Saúde no âmbito da Gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado.
Durante o evento, a Secretaria de Saúde e Qualidade de Vida divulgou o resultado do
terceiro e último LIRAa (Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti) de 2021,
realizado em outubro. A pesquisa apontou o índice de infestação de 4,4, que indica
alto risco de epidemia. “Apesar do índice elevado, o município apresenta baixa
notificações de casos. Conforme o boletim epidemiológico divulgado em 19 de
outubro, este ano, o município não apresentou nenhuma notificação de zika vírus, 12
casos suspeitos de chikungunya e 282 casos de dengue”, informou a gerente de
Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde, Madalena Rodrigues.
De acordo com ela, o Plano de Contingência norteará as ações de combate ao
mosquito, entre elas o monitoramento nos locais que apresentaram índices mais
elevados; o retorno dos agentes de combate às endemias nas residências onde foram
encontrados focos; ações de educação junto às escolas e empresas do município; além
das ações rotineiras de controle vetorial e de bloqueio de transmissão. “A chegada do
calor e das chuvas propiciam o aumento do número de focos do mosquito, sendo
fundamental a participação da população para a eliminação dos criadouros dentro das
residências”, adverte a gerente.