Trabalhadores da educação começam a ser vacinados em Coronel Fabriciano

Trabalhadores da educação começam a ser vacinados em Coronel Fabriciano
https://youtu.be/XiUcmXRbL4Q

Foi iniciada na manhã desta quinta-feira, 17/6, a vacinação dos trabalhadores da educação em Coronel Fabriciano. Cerca de 1.030 profissionais foram vacinados. Professores, monitores, auxiliares de serviços, enfim, todos que lidam com os alunos diretamente serão imunizados. A segunda dose deve ser aplicada no prazo de 60 dias.

 

Para evitar deslocamentos e aglomerações nas unidades de saúde, a Secretaria de Governança da Saúde em parceria com a Secretaria de Governança Educacional e Cultura levou a vacina até as escolas e CMEIS. Os primeiros vacinados foram os profissionais lotados nas creches e escolas de educação infantil.

 

Depois da rede municipal, será a vez dos trabalhadores das escolas da rede estadual, escolas particulares e universidades. Até segunda-feira, 21/6, deve ser concluída a aplicação da primeira dose.

 

Os secretários de Saúde, Ricardo Cacau, e de Educação, Carlos Alberto Serra Negra, acompanharam a vacinação. Animado com o resultado da vacinação na cidade, Cacau ressaltou que a faixa etária da população com comorbidades foi concluída com pleno êxito, o que possibilitou iniciar a imunização dos trabalhadores da educação dentro do Plano Nacional de Imunização. “Organizamos uma força-tarefa para levar a vacina a todos os trabalhadores. Ficamos gratos por saber que os educadores não pararam de trabalhar durante a pandemia na rede municipal de educação em nosso Município, então este é um momento especial para todos nós”, disse.

 

Cacau fez questão de acalmar os educadores da rede estadual e das escolas particulares. Segundo o secretário, as vacinas estão garantidas para todos, inclusive a reserva da segunda dose. “Essa é uma estratégia implantada pelo prefeito, onde garantimos a segunda dose, para ter êxito, imunizando e protegendo da forma grave da doença”, disse.

 

A secretaria ainda estuda se vai aplicar a segunda dose também dentro das escolas.

 

Carlos Alberto Serra Negra lembrou que boa parte dos servidores foi vacinada antecipadamente por comorbidades ou idade. “Agora alcançaremos toda a categoria. Isso é muito bom porque quanto mais ampliar a faixa de vacinação, menor contaminação nós teremos de forma comunitária. Para as creches com crianças de 0 a 3 anos será ainda mais segura uma vez que pretendemos voltar com as crianças em agosto”, informou.

 

Na próxima semana, o município iniciará a aplicação livre da vacina para pessoas abaixo de 59 anos por agendamento. As faixas de cobertura vacinal ainda serão divulgadas.